quarta-feira, 21 de abril de 2010

Poesias

Encontro marcado

Cada dia eu me renovo com você
Escrevo as sensações que vivencio ao teu lado
Bem estar, paz interior, tranqüila a mente
Chegaste no momento certo parar nós.
Nem no antes, nem no depois
Mas no exato instante de acontecer
O nosso encontro
Já não sinto mais o vazio existencial
Que trazia guardado em mim.
Você me ensina tudo que preciso entender
A olhar os outros com paciência.
A entender que a vida acontece no presente.
Que o passado já não adianta consertar
E que o futuro é a conseqüência do presente.
É bom te ter por perto
Perceber o melhor que há em você.
Sentir teu carinho, imaginar teu sorriso
Teu franzir de testa, tua cara de raiva
Mas nunca saberei o que pensas de mim.
Se gostas de minha risada
Se me preferes calada ou falante
Se me queres adulta ou criança
Se me vês como menina
Ou se me enxergas como mulher
O que importa isso?
Só me conforta saber
É que pude te encontrar
No tempo exato em que um precisava do outro
E ambos se tornassem um.




Revelação

Antes que o dia acabe
Antes que a lua surja
Antes que as estrela findem
Antes do beijo do sol nos girassóis
Antes do vôo das garças no rio
Antes de nossos lençóis
nos cobrirem do frio
Antes de perder o instante do teu olhar
Antes de te ver escondido em ti mesmo
Antes de andares na rua a esmo
Embriagado em tuas ilusões
Tinha que te dizer minha realidade
Quero dizer que te amo.

Um comentário:

The Well disse...

Sil cada vez mais inspirada... Muito bom!