segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Em Busca da Felicidade



Passamos a vida em busca da felicidade, procurando o tesouro escondido.

E, assim, uns fogem de casa para serem felizes
E outros fogem para casa para serem felizes.

Uns se casam para serem felizes
E outros se divorciam para serem felizes

Uns fazem viagens caríssimas para serem felizes
E outros trabalham alem do normal para serem felizes.

Uma busca infinita. Anos desperdiçados.

Nunca a lua esta ao alcance da mão,
Nunca o fruto está maduro,
Nunca o vinho está no ponto.
Sombras, lágrimas. Nunca estamos satisfeitos.
Mas, há uma forma melhor de viver!

A partir do momento em que decidimos ser felizes, nossa busca da felicidade chegou ao fim. É que percebemos que a felicidade não está na riqueza material, na casa nova, no carro novo, naquela careira, naquela pessoa.
E jamais está à venda.
Quando não conseguimos achar satisfação dentro de nós para ter alegria, estamos fadados à decepção.

A felicidade não tem nada a ver com conseguir.

Consiste em satisfazer-nos com o que temos e com o que não temos.
Poucas coisas são necessárias para fazer feliz o homem sábio, ao mesmo tempo tem que nenhuma fortuna satisfaria a um inconformado.
As necessidades de cada um de nós são poucas.
Enquanto nós tivermos alguma coisa a fazer, alguém a amar, alguma coisa a esperar, seremos felizes.

Saiba: A única fonte de felicidade esta dentro de você, e deve ser repartida.
Repartir suas alegrias é como espalhar perfumes sobre os outros: sempre
Algumas gotas acabam caindo sobre você mesmo.

Desconheço a autoria

3 comentários:

Tatiana Kielberman disse...

Sil,

Texo maravilhoso, que nos ensina muiiiito sobre a vida!

Só poderia vir de uma pessoa especial como vc!

Beijos, querida!

Suzana Martins disse...

Minha querida Sil, que delícia de texto apresentado, hein?!!

Amei!!!

"A felicidade não tem nada a ver com conseguir."

Beijos

Tati disse...

Muito lindo mesmo, e muito real.
Parabens pelo blog!