segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Perdas e Ganhos


Ultimamente tenho perdido coisas.
Perdi o medo da solidão - característica própria dos cowboys
Perdi o meu medo da chuva.
Perdi a vontade de ver a vida passar sem senti-la.
Mas, por outro lado, ganho o infinito que existe
No sorriso de uma criança amada.
Perdi em algum canto da memória,
Certas palavras que ouvi, desprovidas de sensibilidade e ternura.
Perdi a antiga mania de tentar evitar o inevitável,
De querer que ilusões pudessem ser reais.
Mania de tentar entender e aceitar os pensamentos das pessoas.
Cada um tem um mundo próprio, exclusivamente seu.
Mas ganho por cuidar e tornar o meu mundo,
Um lugar mais bonito e de paz
Perdi toda consciência de ter atravessado
Minutos em silêncio a me machucar
Horas de tristezas a me ferir
Dias sem alegrar a alma
Momentos em preto e branco
Ausência de cores e claridade
Ganho hoje de presente
Sempre a plena certeza de que posso
Contar comigo, com as pessoas que amo,
Contar com Deus 

3 comentários:

Raiane disse...

Que lindo Sil...
vc é uma grande poeta, adimiro muito vc!!
Quando crescer quero ser igual a vc!! =)
Amo-te!!!
Beijos

claudia disse...

OI AMIGA QUE LINDO , VC ESTA CADA VEZ MELHOR ... ADORO LER SEUS POEMAS .. SÃO COMO VC ADORÁVEIS .TE ADORO BEIJOS E CONTINUE COM ESSA INSPIRAÇÃO QUE NÓS ENCANTA

Tatiana Kielberman disse...

Querida Sil,

Parabéns pelo novo layout do blog e pelos textos lindos postados aqui!
Você sabe que sou sua admiradora e já amava esse cantinho antes, agora mais ainda!

Beijos e muito amor pra você sempre, te adoro!