sábado, 30 de abril de 2011

Grã-mestra vida em flor















Autor: João Maria Ludugero

A flor me colheu
Me entortou a face
Deu-me um beijo
A bem-me-querer.
Girou meu rosto ao sol
Na pureza de sua claridade.
A flor abriu-se grã-mestra, 
Extremamente bonita
Pra tirar do acervo
Sua eterna fantasia-girassol
E vivê-la num único instante,
A apreender  meus olhos exultantes
E assim mantê-los na verdade
Ao se rasgar em pétalas, cor e cheiros,
Exaurindo-se em perfumes ao morrer.
É assim que ela contém a beleza em flor.
É assim minha flor vestida
Em amarela borboleta!
Obrigado, meu amor, quanta poesia
Posso ler nestas pétalas efêmeras!
Quando até de costas
Posso ver exposta tua verdade,
Claramente sem embargos,
Como aquela flor
Que permanece no altar-mor 
Da inspiração que fica alumiada
Eternamente estranha e bela,
Até à luz de velas.

13 comentários:

Tatiana Kielberman disse...

Lindo poema, João!!

Flores sempre nos trazem as melhores inspirações...

Beijo grande!

RosaMaria disse...

Nossa alma tem sede de amar, num sentido mais profundo.

Espalhar paz e ternura em todos os cantos do mundo.

E tuas poesias sempre fazem isso, espalham paz e ternura pra todos.

Beijos
Bom fds!

Sil Villas-Boas disse...

João

Ah, amigo..... Hoje você se superou na tua arte de poetizar sentimentos. me encantei nas tuas letras desta tarde de sábado. Feliz daquela que merece os teus versos em flor. Parabéns.
Bjusss e bm fim de semana.
Sil

João Ludugero disse...

Agradeço de coração os coments tão primorosos, vindo de pessoas que realmente sabem ler e ver até nas entrelinhas o que motivou o poema: o amor pela vida, pela poesia, pelo sentir entre cores e perfumes, tudo partindo de um acervo 'engirassolarado' que guardamos por dentro do peito. Abraço carinhoso,
João.

A Viajante disse...

Nossa, muito encantador, me trouxe um sentimento tão bom quando li, não sei explicar, gostei bastante, suas palavras são emocionantes!! Parabéns João!

O jardim ta maravilhoso como sempre, poço desculpas pela minha ausência ultimamente Sill, estava com algumas questões urgentes a resolver e fiquei meio sem tempo!!

Beijos a todos!!

Paradigma disse...

Flor que alegra o dia com borboletas amarelas
Abraço

Multiolhares disse...

belo poema feito de fragrâncias cores letras e sentimentos
bjs

João Ludugero disse...

Amig@s querid@s,
Venho aqui agradecer a todos vocês, um a um, que me lêem, que me apoiam a continuar escrevendo, pois fico feliz quando comentam meus rabiscos. Que bom que vcs existem. AMO VOCÊS, muito! Tenham um ótimo fds!
Muita saúde e alegrias duradouras.
Mega abraço iluminado.
João Ludugero.

Paulo disse...

As flores sintetizam sentimentos, amizades e amores.

Belo poema

João Ludugero disse...

Muito obrigado, PAULO! que bom que gostou do meu texto. Isso para mim é muito gratificante. Tenha uma ótima semana repleta de paz e bem.
Felicidades e alegrias duradouras.
Mega abraço,
João Ludugero

João Ludugero disse...

Tati,
Obrigado pelo carinho de todos os dias! TE ADORO. Continue a iluminar ainda mais este recanto. Abs,
João

João Ludugero disse...

Obrigadão, Rosa Maria,
Pelos primoros coments.
Forte e iluminado abraço.
João.

armalu,blogspot.com disse...

Olá! Tenho andado meio fugida do mundo dos blogs, peço desculpa. Voltei e vim trazer o meu abraço, e votos de bom fim de semana