domingo, 10 de abril de 2011

PERCA-SE

Por Sil Villas-Boas


Perca-se... 
Nos instantes que a vida te proporciona a chegada de pessoas com olhares e pensamentos em sintonia com os olhares e pensamentos teus.


Perca-se...
Na luz colorida emanada dos recantos que deixam em paz. Como por exemplo, os jardins, os livros, as tardes suaves do outono. As estrelas noturnas do céu. A ternura de um olhar aquecido.


Perca-se...
No Universo poético de Neruda, Moraes, Lispector, Pessoa e Florbela.


Perca-se...
Em tudo aquilo que te engrandece:
O sorriso das crianças.
O abraço do seu filho.
O carinho aconchegante do ser amado.


Perca-se...
Perca-se, mas se encontre na plenitude do sentimento maior que existe no mundo.....
O AMOR.

7 comentários:

Sandra Cajado disse...

E foi extamente assim:

Estava no twitter e vi o link,corri pra cá e me perdi nas tuas letras...

Me encantei e me achei repleta de reflexões positivas...

Na melhor do que se perder em Neruda,Clarice,Mário e tantos poetas que tornam nossas dias mais doces.

Estou indo descansar.

Obrigada pelas palavras que completaram a minha noite.

Beijos

Sandra

Tatiana Kielberman disse...

Já me perdi nos encantos do seu texto, querida Sil...

Obrigada pelo lindo presente nesta madrugada!

Beijo carinhoso!!

Priscila Rôde disse...

Me encontrei,
aqui!

sidarta disse...

Bom dia Silvana!

...as vezes perder-se é sinônimo de encontrar-se consigo mesmo!! Num sentido mais amplo. Tenha um ótimo domingo.

Um bjo de amigo no seu coração
Sidarta

Max Psycho disse...

É isto ai Sil perca-se, afinala s mulheres perdidas são sempre as mais procuradas, bjus gata

odila-garcia disse...

Muito lindo e encantador.
Ao mesmo tempo que você se perde, você se encontra. Dá pra entender?
Foi exatamente o que me aconteceu.
Esse jardim é maravilhoso, os canteiros deslumbrantes e o carinho aconchegante. Não resisti.
Bj
Odila Garcia

The Well disse...

É. Bem que eu queria perder-me de novo...

Pena que não tenho a inspiração de Sil!

Xêro!!