quinta-feira, 30 de agosto de 2012

NASCENTES, por João Maria Ludugero

Trilhando antigas vertentes,
purifico-me em águas 
da minha Várzea de Ângelo Bezerra
de salobras cacimbas do rio Joca
de doces ariscos do Itapacurá
das cantigas ao redor do Vapor,
das chamas 'reavivarzeadas' 
do riacho que adoça o mel
do retiro a me reabastecer
de renovadas esperanças
de paz verdadeira...
Sou nascente 
dessa terra-mãe 
de São Pedro apóstolo,
pelo amor preservada.

Nenhum comentário: