quarta-feira, 26 de setembro de 2012

AS MAIS BONITAS MARIAS, por João Maria Ludugero



Minha Várzea é pequenina
Fica ali sob o Vapor
No Vale do rio Joca
São Pedro no topo está
No Comando das chaves
Que protegem esse lugar
Vige, Maria, como tem Maria 
A viver nesse lugar abençoado
Maria destemida feito varzeana
Daquela que desde cedo
Faz o cultivo do chão
E a Maria semeadora
Que ajuda na plantação
Tem Maria lá no encontro da praça
Que é a tal sonhadora
Cheia de esperança e graça,
Tem Maria que cedinho
Limpa a rua com a vassoura
Tem aquela que ensina,
A Maria professora,
A Maria trabalhadeira
Rodeia feito pião
Tem a Maria de fé
Transforma a farinha em pão
E a Maria morena bendita
Com corpo de violão,
De nascença é tão bonita
Tão modesta e tão rica
Que até vestida de chita
Não se furta às cores, rouba a cena, 
Sabe ser bela na fita!

Nenhum comentário: