sábado, 30 de agosto de 2014

VÁRZEA-RN: AMAR-ELO EM ROTAS, EIRAS, EM CANTOS, CABOS, BERMAS, LEIRAS E BEIRAS..., por João Maria Ludugero

 
 
 
 
 
 
 
  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
VÁRZEA-RN: AMAR-ELO EM ROTAS, EIRAS, 
EM CANTOS, CABOS, BERMAS, LEIRAS E BEIRAS...,
por João Maria Ludugero

Depois de tantos sóis,
Depois de tantas luas,
Sem medo da cuca nos reviramos:
Eiras, leiras, cabos e beiras na lida,
De assanhar até os pelos da venta!

Nós ainda nos desatamos pelo interior,
A correr dentro e alto, até pelo avesso.
Só nós sabemos que o melhor talento,
De fato, é cabermos num abraço dobrado.

Nenhum comentário: