terça-feira, 30 de setembro de 2014

KIRO-REFLEXÃO, por João Maria Ludugero

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  
 
 
 
 
 
KIRO-REFLEXÃO,
por João Maria Ludugero

Quando me vi espelhado nos olhos da Kiro,
Achei-me refletido em seus lumes de beleza
E o meu sonho em próprio acorde animado.

No ritmo de meu verso, então, reconheceram
A música que encantaria, se soubessem cantar.
Daí, bem apanhado em astuta poesia,
Kiroreverdeci a cantiga de um bom dia!
E agora estou extasiado a correr dentro e alto,
Desde o interior, assim despojado, bem inteiro
Em radiantes sóis amarelos,
Depois de tantas luas!

Nenhum comentário: