quarta-feira, 17 de setembro de 2014

O JARDIM DA BEM-TE-KIRO, Autor: João Maria Ludugero

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O JARDIM DA BEM-TE-KIRO,

Autor: João Maria Ludugero

No jardim da bem-te-Kiro
Há um canteiro de jasmim-manga
Que espalha imenso perfume
Pelos ares do bem-te-vizinho.

Lá quero me sentar na tarde amena
Me inventar astuto e mais animado,
Só de ouvir o sininho da musa,
Desentristecer de uma vez por todas,
Capturar o vento
Sem medo da cuca,
Assanhando até os pelos da venta.

As nuvens pousam nas folhas verdes
E vejo a vida passar a correr dentro e alto,
Além do horizonte aberto da Nova Canaã.

Nenhum comentário: