quinta-feira, 13 de maio de 2010


Corra riscos

"Rir é correr risco de parecer tolo.
Chorar é correr o risco de parecer sentimental.
Estender a mão é correr o risco de se envolver.
Expor seus sentimentos é correr o risco de mostrar seu verdadeiro eu.
Defender seus sonhos e idéias diante da multidão
é correr o risco de perder as pessoas.
Amar é correr o risco de não ser correspondido.
Viver é correr o risco de morrer.
Confiar é correr o risco de se decepcionar.
Tentar é correr o risco de fracassar.
Mas os riscos devem ser corridos,
porque o maior perigo é não arriscar nada.
Há pessoas que não correm nenhum risco,
não fazem nada, não têm nada e não são nada.
Elas podem até evitar sofrimentos e desilusões,
mas elas não conseguem nada, não sentem nada,
não mudam, não crescem, não amam, não vivem.
Acorrentadas por suas atitudes,
elas viram escravas, privam-se de sua liberdade.
Somente a pessoa que corre riscos é livre!"

Seneca (orador romano)
DIA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

Como o mês de maio é dedicado à mulher, destaco o dia de hoje para homenagear Maria, mãe de Jesus e nossa mãe espiritual. No dia 13 de maio é comemorado a Festa de Nossa Senhora de Fátima. Em 1917, a Virgem Maria apareceu para três pequenos pastores, Lucia, Jacinta e Francisco em Portugal. Maria marcou um encontro com essas crianças todo dia 13, durante seis meses, para realizar as suas aparições em um campo de nome Cova da Iria.
Em 13 de julho, por ocasião da terceira aparição, Nossa Senhora prometeu um milagre para que o povo acreditasse nas três crianças. Mas em 13 de agosto, os três videntes, fechados no cárcere, não puderam ir ao encontro da Virgem de Fátima.
Em 13 de outubro, uma multidão de 70 mil pessoas lotavam o local das aparições e testemunharam o sol mover-se entre chamas multicores, como se fosse se destacar do firmamento. E deixou sua mensagem ao mundo: “Rezem o terço todos os dias; rezem muito e façam sacrifícios pelos pobres pecadores.

ORAÇÃO - Santíssima virgem que nos montes de Fátima vos dignastes a revelar a três humildes pastorinhos os tesouros de graças contidas na prática do vosso Rosário, incuti profundamente em nossa alma o apreço, em que devemos ter esta devoção, para Vos tão querida, a fim de que, meditando os mistérios da nossa Redenção que nela se comemora, nos aproveitemos de seus preciosos frutos e alcancemos a graça, que Vos pedimos nesta oração, se for para maior glória de Deus, honra vossa e proveito de nossas almas. Assim seja.