sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Entrelinhas by @RosamariaRoma




Novas linhas
Novos traçados
Um novo caminho

Deixo ao vento as palavras
Que insisto em não esquecer
Deixo ancorados sonhos perdidos
E as lágrimas que não regressarão

Não sei falar
Não sei escrever
Sei sentir
E sinto muito

O essencial da vida esta nas entrelinhas
E por muitas vezes
O incompreendido se torna a realidade
E se torna necessário recorrer ao coração
Para que a leitura se torne compreensível

Talvez eu seja egoísta
Por querer que entendam minhas entrelinhas

Mas
Seja como for

É nelas que me perco
É nelas que me encontro