terça-feira, 30 de novembro de 2010

CAMPANHA: DIA MUNDIAL DE LUTA CONTRA A AIDS

O Dia Mundial de Luta Contra a Aids foi criado para relembrar o combate à doença e despertar nas pessoas a consciência da necessidade da prevenção, aumentar a compreensão sobre a síndrome e reforçar a tolerância e a compaixão às pessoas infectadas.

Foi a Assembléia Mundial de Saúde, com o apoio da Organização das Nações Unidas (ONU), que instituiu a data de 1º de dezembro. A decisão foi tomada em outubro de 1987. No Brasil, a data passou a ser comemorada a partir de 1988, por decisão do Ministro da Saúde.

A cada ano, diferentes temas são abordados, destacando importantes questões relacionadas à doença. Em 1990, por exemplo, quando a Aids ainda era mais disseminada entre os homens, o tema foi "A Aids e a Mulher". Em 1997, foi a vez de as crianças infectadas serem lembradas. A importância da família e da união de forças também já foram destacadas como importantes aliados da luta contra a Aids.


Texto postado no Blog do meu amigo Max  (
http://maxpsycho.blogspot.com/)

Poesia de Lao Tsé

Só temos consciência do belo, quando conhecemos o feio.  

Só temos consciência do bom, quando conhecemos o mau. 

Porquanto, o Ser e o Existir, se engendram mutuamente.  

O fácil e o difícil se completam. O grande e o pequeno são complementares. 

O alto e o baixo formam um todo. 


O som e o silêncio formam a harmonia.

O passado e o futuro geram o tempo. 

Eis porque o sábio age, pelo não-agir. 
E ensina sem falar. Aceita tudo que lhe acontece.
  
Produz tudo e não fica com nada. O sábio tudo realiza - e nada considera seu. Tudo faz - e não se apega à sua obra. 

Não se prende aos frutos da sua atividade. Termina a sua obra, e está sempre no princípio. E por isso a sua obra prospera.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

ANJO

Quem são os anjos...
"Anjo (mensageiro) 
é designação de encargo,
não de natureza, 
se perguntares pela designação da natureza, 
é um espírito; 
se perguntares pelo encargo, é um anjo: 
é espírito pelo aquilo que é. 
E é anjo pelo aquilo que faz." 



Anjo travesso.
Apareceu pra brincar no meu quintal.
Com suas asas e olhar colorido.
Com um jeito menino,
e alma de guerreiro
Diferente de todos os anjos
que encontrei na vida.

Tuas palavras soam leves
Mas refletem uma verdade doída
Escondida em teus labirintos
Guardada em teu coração celeste

Anjo travesso
Que brinca comigo
Que canta comigo
Que sorri comigo
Que (talvez) sonhe comigo

Anjo travesso e amigo
Te peço um favor:
De vez em quando,
Me empresta as tuas asas
Também sinto falta de voar
Para os caminhos do infinito 



domingo, 28 de novembro de 2010

Recebi este selo do Blog http://zanaventura.blogspot.com/,  

Quero agradecer o carinho da minha amiga Rosana Ventura
pelo selo recebido. Obrigada Rosana. 
Você faz parte do meu Jardim 
de Amigos Especiais.
Bjusssss da Sil.
 

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

SENTIMENTOS......

O  ENTARDECER DA VIDA


O sol se despedia do Império Tré.
O vassalo caminhava ao lado da anciã do moinho amarelo. 
O que mais lhe  agrada na vida, senhora?
A velhinha do moinho amarelo, olhando o ocaso, distraída, respondeu: o entardecer... 
Iam conversando sobre a vida. Surpreso, o vassalo perguntou: 
não prefere o amanhecer? 
Não há coisa mais bela que o nascimento do sol, atrás das verdes colinas de Tré. 
Eu  prefiro o amanhecer!  A anciã colocou no chão a cesta de espigas que levava em suas mãos enrugadas. 
Dirigindo-se ao vassalo, com voz doce e conciliadora, disse: 
O amanhecer é belo, sim. 
Mas o pôr-do-sol me agrada mais. 
São momentos que me fazem  refletir, pensar muito... 
São momentos que dizem coisas de mim mesma... 
- Coisas? De ti mesma? perguntou o vassalo.  
Não sabia o que a velhinha queria dizer com aquela  frase. 
Antes de fechar a porta do moinho amarelo, a anciã acrescentou: claro. 
A  vida é como um amanhecer, para um jovem  como tu. 
Para os anciãos, como eu, é um belo entardecer. 
O  que no início é  bonito, ao final chega  a ser plenamente belo. Por  isso prefiro o entardecer...
- Veja! O  sol se ocultou e uma cálida cor rosada se estendeu por todo  o Império de Tré. 
E o vassalo guardou silêncio, deslumbrado  ante tanta beleza. 
A anciã apontou sua mão para o horizonte. 
A vida é como um instante que passa e não volta. 
Começa como um fresco amanhecer, e como um  sereno entardecer nos  deixa.
Depende de nós que o sol de nossa vida, quando se despeça do céu chamado “história”, enfeite com lindas cores a sua despedida. 
Cores que sejam bonitas recordações que guardarão de nós as pessoas que viveram ao  nosso lado.

Colaboração: Silvério Reis

DESEJOS



Desejo que hoje experimentes paz dentro de ti. Que confies que te encontras exatamente onde deves estar. Que não te esqueças das possibilidades infinitas que nascem da confiança em ti mesma. Que utilizes nos dons que recebeste, e que transmitas aos outros o amor que te foi dado. Desejo que estejas feliz contigo mesma pelo que és. 
Deixa esta sabedoria assentar-se em teus ossos e deixa que tua alma cante, baile e ame livremente. Está ai para cada uma de nós." 

Jane Wolff
"Quando eu mudo, o mundo muda"



O AMOR

O amor é o murmúrio da terra quando as estrelas se apagam e os ventos da aurora vagam no nascimento do dia... 
O ridente abandono, a rútila alegria dos lábios, da fonte e da onda que arremete do mar...
O amor é a memória que o tempo não mata, a canção bem-amada feliz e absurda...
E a música inaudível...
O silêncio que treme e parece ocupar o coração que freme quando a melodia do canto de um pássaro parece ficar... 
O amor é Deus em plenitude a infinita medida das dádivas que vêm com o sol e com a chuva, seja na montanha seja na planura a chuva que corre e o tesouro armazenado no fim do arco-íris.

Vinicius de Morais





terça-feira, 23 de novembro de 2010

RELACIONAMENTOS


Texto de Arnaldo Jabor 

Sempre acho que namoro, casamento, romance, tem começo, meio e fim. Como tudo na vida.
Detesto quando escuto aquela conversa:
- Ah, terminei o namoro...
- Nossa, estavam juntos há tanto tempo...
- Cinco anos.... que pena... acabou...
- é... não deu certo...
Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou. E o bom da vida, é que você pode ter vários amores.
Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam.
Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro?
E não temos essa coisa completa.
Às vezes ela é fiel, mas é devagar na cama.
Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel.
Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador.
Às vezes ela é muito bonita, mas não é sensível.
Tudo junto, não vamos encontrar.
Perceba qual o aspecto mais importante para você e invista nele.
Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia.
E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona...
Acho que o beijo é importante... e se o beijo bate... se joga... se não bate... mais um Martini, por favor... e vá dar uma volta.
Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer.
Não brigue, não ligue, não dê pití. Se a pessoa tá com dúvidas, problema dela, cabe a você esperar... ou não.
Existe gente que precisa da ausência para querer a presença.
O ser humano não é absoluto.
Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa REALMENTE gostar, ela volta. Nada de drama.
Que graça tem alguém do seu lado sob pressão?
O legal é alguém que está com você, só por você. E vice-versa. Não fique com alguém por pena. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós.
Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento.
Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia?
Gostar dói. Muitas vezes você vai sentir raiva, ciúmes, ódio, frustração... Faz parte. Você convive com outro ser, um outro mundo, um outro universo.
E nem sempre as coisas são como você gostaria que fosse... A pior coisa é gente que tem medo de se envolver.
Se alguém vier com este papo, corra, afinal você não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível.
Na vida e no amor, não temos garantias.
Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear.
E nem todo sexo bom é para descartar... ou se apaixonar... ou se culpar... Enfim...quem disse que ser adulto é fácil ????

Colaboração: Silvério Reis

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

MÁSCARAS

Deixe cair as máscaras que teimas em usar pra esconder tua dor. 
Revele um pouco os teus mistérios pra mim.

Despe do teu olhar os medos e mágoas.
Despe a raiva que você cultivou vida afora. 
Deseje que o sol brinque em seu íntimo, tão pouco iluminado.

Deseje que o sol derreta este gelo ao teu redor.
Escolhe a vida pra ensinar a não te sentir só.
Existe um universo inteiro de amor na sua alma.

Desejo...... 
Mas  só o meu desejo não basta. É preciso que o seu desejar
também se revele. E faça retirar tuas máscaras

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

PARA SE ROUBAR UM CORAÇÃO



Texto de Luís Fernando Veríssimo

Para se roubar um coração, é preciso que seja com muita habilidade, tem que ser vagarosamente, disfarçadamente, não se chega com ímpeto, não se alcança o coração de alguém com pressa. Tem que se aproximar com meias palavras, suavemente, apoderar-se dele aos poucos, com cuidado. Não se pode deixar que percebam que ele será roubado, na verdade, teremos que furtá-lo, docemente. 

Conquistar um coração de verdade dá trabalho, requer paciência, é como se fosse tecer uma colcha de retalhos, aplicar uma renda em um vestido, tratar de um jardim, cuidar de uma criança. É necessário que seja com destreza, com vontade, com encanto, carinho e sinceridade.

Para se conquistar um coração definitivamente tem que ter garra e esperteza, mas não falo dessa esperteza que todos conhecem, falo da esperteza de sentimentos, daquela que existe guardada na alma em todos os momentos. 
Quando se deseja realmente conquistar um coração, é preciso que antes já tenhamos conseguido conquistar o nosso, é preciso que ele já tenha sido explorado nos mínimos detalhes, que já se tenha conseguido conhecer cada cantinho, entender cada espaço preenchido e aceitar cada espaço vago.

E então, quando finalmente esse coração for conquistado, quando tivermos nos apoderado dele, vai existir uma parte de alguém que seguirá conosco. 
Uma metade de alguém que será guiada por nós e o nosso coração passará a bater por conta desse outro coração. 

Eles sofrerão altos e baixos sim, mas com certeza haverá instantes, milhares de instantes de alegria. Baterá descompassado muitas vezes e sabe por que?
Faltará a metade dele que ainda não está junto de nós.

Até que um dia, cansado de estar dividido ao meio, esse coração chamará a sua outra parte e alguém por vontade própria, sem que precisemos roubá-la ou furtá-la nos entregará a metade que faltava. E é assim que se rouba um coração. Fácil não ?
Pois é, nós só precisaremos roubar uma metade, a outra virá na nossa mão e ficará detectado um roubo então!

E é só por isso que encontramos tantas pessoas pela vida afora que dizem que nunca mais conseguiram amar alguém...

É simples. É porque elas não possuem mais coração, eles foram roubados, arrancados do seu peito, e somente com um grande amor ela terá um novo coração, afinal de contas, corações são para serem divididos, e com certeza esse grande amor repartirá o dele com você.  

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

O MAR



Feliz de mim 
Moro perto do Mar
Vez em quando
Vou até ele
Pra sentir
Sob meus pés
Nus e Livres
A areia fria e áspera
Que importa?
Quero mais as sensações 
Sentir o vento no rosto,
Na alma
Sentir o ir e vir das ondas
molhando minhas pernas
E as ondas
Parecem crianças travessas 
A brincar alegres

Feliz de mim
Moro perto do Mar
Mar é metáfora de Amar
Mar é metáfora de Liberdade
Mistérios
Medos
Saudades
Mar de Sereias, Iemanjá
Mar da canção de Caymmi
''É doce morrer no Mar"

É doce morrer no mar
Nas ondas verdes do mar
A noite que ele não veio 
Foi de tristeza pra mim

Saveiro voltou sozinho
Triste noite foi pra mim
Saveiro partiu
de noite foi

Madrugada não voltou
O marinheiro bonito 
sereia do mar levou

É doce morrer no mar
Nas ondas verdes do mar
Nas ondas verdes do mar meu bem 
Ele se foi afogar
Fez sua cama de noivo 

no colo de Iemanjá.

Adoro o Mar
Adoro Amar

domingo, 14 de novembro de 2010

Basta Ser Amor (Jorge Luiz Vargas)


Um amor realmente faz falta. 
Não precisa ser o grande amor, mas que seja sublime e o repartir das alegrias e forte o dividir as tristezas. Um amor que faça companhia e seja companheiro. Um amor que nem precisa estar junto todo dia, mas que seja sempre motivo de paz, harmonia e alegria. Não precisa ser o ideal, mas que seja real. Não precisa ser encantado, mas que seja capaz de encantar. Não precisa ser pra toda hora, mas que seja para àquela hora...
Que a presença se faz importante e assim se transforme pra vida inteira.
Um amor que não precisa ser uma obra de arte, mas que a quatro mãos possam juntos pintar sua própria tela com o pincel dos sonhos, das fantasias e as tintas do coração.
Todos querem um amor, ternura, cumplicidade, carinho, fidelidade, respeito e afeto... Assim... Simples e direto. 
Apenas um amor. Não importa o tamanho e a intensidade, basta que ele seja de verdade. Não importa a embalagem que o envolve. O amor tem que ter conteúdo, mesmo que às vezes lhe pareça até miúdo, mas nós é que fazemos crescer, como uma flor, que seu botão, cultivado com carinho, se transforma na mais bela das rosas, com doce perfume e intensa cor. É assim, quando queremos um amor. E também assim ele se transforma no maior amor do mundo.

Colaboração: Silvério Reis

Tenham todos um maravilhoso domingo

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Enquanto Você Dorme



















Observo em silencio os detalhes que te compõem.
Cabelos em desalinho, 
os olhos mexendo-se sob as pálpebras
(o que será que você sonha?)
Tua respiração em ritmo suave
Toco de leve meus dedos em teu corpo.
E escrevo palavras, versos
criados no momento.
Sinto teu coração pulsar em minha mão.
Canto baixinho trechos da nossa música.

Don't ever ask me why
I never say goodbye to my love
It's understood
It's everywhere with my love. 
And my love does it good”

Queria ser dona do tempo e congelar tua imagem.
De um homem adormecido, em quietude.
Mas o barulho da chuva na rua te acorda
e desfaz meu desejo anterior.
Você me olha, sorri, me abraça, beija-me, faz carinhos.
Você é a medida exata do amor que procurava.
Com você, sou infinita, inteira, feliz.
Livre, feito a borboleta que sai do casulo.
E voa em direção ao sol, ao céu.


quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Encontrar Você


Quero encontrar você
Em cada esquina
Em cada rua
Em cada espaço que viver

Quero te amar sem precisar me esconder
Amar-te e sentir tuas sutilezas
Tua maneira (in)certa de ser
Teus devaneios e incoerências

Bailar contigo, como se ninguém 
estivesse a nos olhar
Ouvir canções e escutar teus sons
Brincar em teus desejos

Sentir tua essência em cada beijo
Amar você é realçar 
minhas cores e tons