sexta-feira, 9 de maio de 2014

UM RETIRO PARA O INTERIOR DA VELHA INFÂNCIA, por João Maria Ludugero

UM RETIRO PARA O INTERIOR DA VELHA INFÂNCIA,
por João Maria Ludugero


Quem disse que eu me mudei de Várzea?
Não me importa que alguém pense assim,
Eu me renovo ao reconstruir essa história:
A gente se faz tão bem ao habitar espairecido 
No interior da velha infância em que nasceu!