domingo, 15 de maio de 2011

ALMA

nua
“Não te amo com os olhos que te percebem mil defeitos, mas com o coração que, apesar do que vê, adora se apaixonar” .

William Shakespeare



Por: Sil Villas-Boas

Já conheces os meus defeitos. E eu os teus.
Mas hoje quero te revelar o outro lado de minha alma.
Alma que traz diversos perfumes, (a) colhidos em você.
O perfume das rosas despetaladas.
A essência do teu Eu, sem máscaras.
O suave aroma do desejo. Em nós
O cheiro quente de pele em brasas.
«»
Alma que se emana com a tua.
Alma que te chama, te envolve,
te aquece nos leves lençóis,
suave, nua.
Alma minha,
que a ti pertence
Em cada espaço da cama
Em cada esquina ou rua
Em cada infinito respirar….
breve.