segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

E por Falar em Saudades....

Por Sil Villas-Boas

Ao ler um post de uma amiga sobre Saudade, rapidamente vislumbrei a imagem de duas pessoas especiais na minha vida. Duas pequenas e grandes mulheres que conheço e conheci aqui no mundo virtual, mas que souberam fazer uma grande diferença em minha vida. 
Minha primeira saudade é de minha primeira amiga virtual Helinha, mas 'batizada' por mim de "Flor". Ela anda um pouco afastada na Net. E aí a saudade dela se faz constante, não só em mim, como também nos outros amigos e amigas que ela acarinhou nesta vida. Todas as pessoas que conhecem a Helinha andam saudosos e um pouco tristes sem as palavras alegres, cativantes e de apoio que ela sempre reparte com os amigos. Todos sentem falta dos seus poemas e pensamentos iluminados, que só ela sabe expressar de maneira especial. Sinto muitas saudades de você Helinha-Flor. Volta logo pro nosso convívio virtual. Eu e todos aqueles que você soube cativar precisam de tua presença aqui.


A minha segunda saudade vai um pouco mais longe e é mais intensa, pois a Tatiana Monteiro (Tatinha) foi morar nas Estrelas e nos Jardins de Girassóis lá do infinito. Logo após sua viagem, sementeei este jardim aqui e nome escolhido se deu à paixão dela por girassóis. Apesar de quase um ano sem ela, a Tatiana soube extrair de mim a paixão ínterior de escrever sentimentos, verdades, de descrever os momentos em que me visto de cores azuis, vermelhas e amarelas. Foi através dela (que era uma poeta singular) que enveredei nos caminhos diversos dos versos e rimas, expressos nos Blogs que participei e nos Sites em que fui convidada para desenvolver minha iniciante expressão literária.

Foto símbolo da Tatiana Monteiro. 
A saudade da Tati dói de vez em quando, mas aí vejo os girassóis que sempre se voltam em direção ao sol para florescer e expresso esta saudade em palavras e sensações oriundas do meu coração direto para o meu Blog.