domingo, 25 de setembro de 2011

Fuga - Por Fancisco Diniz

Um dia eu tive um sonho muito diferente, sonhei que acordava no meio da noite e me levantava absolutamente leve e descansado. Sentia-me forte, sem dores, disposto e incrivelmente feliz.

Era uma liberdade que nunca tinha sentido antes e finalmente estava livre das limitações impostas pelo meu corpo. Ah, o meu corpo: esse continuava deitado na cama, inerte, sem movimentos e com uma expressão de felicidade estampada em seu rosto cansado.

Era incrível, ambos estávamos finalmente livres um do outro e continuávamos sendo o mesmo cara. Eu livre e solto para partir para onde quisesse e podendo até voar. . .Creio!

Ele, o outro cara, estava ali deitado na cama. Finalmente descansando das suas dores, livre da obrigação de acordar, levantar e continuar sua jornada.

O estranho é que por mais que eu pudesse e quisesse ir embora abandonando aquele cara deitado na cama, aquele que me prendera por tantos anos dentro dele, mesmo assim não conseguia.

Sabia que podia ir e que qualquer lugar que fosse seria melhor que ficar preso dentro dele e mesmo assim a dúvida continuava.

Porque eu não ia embora de vez e deixava aquele cara para sempre, por quê?

Porque eu sabia que ele ainda tinha muito a fazer nessa vida e sem minha ajuda ele não conseguiria levantar daquela cama com aquele corpo cansado e não teria forças para ir em frente.

Pois é, infelizmente eu estava acorrentado ao destino daquele cara e tinha que viver junto com ele nosso destino até o final.

E quando seria esse final, a isso só Deus sabe!

Só me restou então deitar sobre seu corpo e sentir novamente o peso de sua carne, suas dores e seu cansaço.

É cara. . . Não tem jeito! Nós nascemos juntos e juntos ficaremos até nosso final.

É o amor que transforma.... Por Marília Félix


"Independente de tudo o que existe
 É o amor que transforma, 
Irrita, movimenta, embeleza, enfeia, impulsiona,
Destrói, liberta e prende. 
 Em sua órbita, apenas distrações."



Sil e amigos,

Muitas das respostas da vida estão no amor.
O amor salva, o amor transforma,
O amor nos move!
Agora, daqui a pouco e cada segundo da vida e do mundo
Em todos meus momentos
Como um beijo do sol, do vento, da chuva, de Deus
Nosso carinho
Nossa água
Que mata nossa sede
Que acalma os sentimentos
Que nos faz querer dormir e sonhar...

E assim ser FELIZ!

Ótima semana, um beijo doce!
Mari