sexta-feira, 20 de maio de 2011

Meu Coração Azul Tinteiro em Poesia


Autor: João Maria Ludugero

A poesia é como um riacho,
Leito de verbos
Que o mel adoça,
Onde a alma do poeta se banha,
Sob os primeiros raios
Do amor derramado
Ao quebrar de toda manhãzinha.
Sei que amar/é/linha
De sol, amar-elo,
Um deitar manhoso,
Manso abrindo janelas à imensidão,
No remanso das palavras
Que se prestam ávidas
À soberana manha
Do sentir, arte e ofício.
Poesia é unir/verso,
É perfume visível
Que não desaparece
Quando entranha na pele. 
É devoção, poder, paixão tamanha.
Poesia é meada,
É fio de esperança que se alinha
No equilíbrio de um pote sagrado
Sustentado na cabeça
Sob a rodilha
Do  eterno cio
De um rio onde
Se fecundam sonhos,
Mesmo que salobros sonhos,
A duras penas fertilizados
Em versos testemunhos.

Poesia é magia e potestade,
Que singra horizontes por dentro
Da carne viva do coração
Que se esvai sem medo,
E fortalecido se dobra
Até à boca do céu
E desce encarnado,
E cobre de azul tinteiro
A nobre veia do poeta,
Querendo fazer
Um pacto de sangue
Multicolorido.

Fazer Planos


Por: Cristian Steiner



Elaborar
Planos perfeitos.
Levantamento,
Descobrindo todo defeito
Todos eufóricos e contentes
Todos tem idéias maravilhosas
Soluções e táticas coerentes
Planos que defendem com unhas e dentes
E põem-se a frente da gente, impacientemente, e mente pra própria mente doente e conseqüentemente, Inconscientemente sente...
...o peso da responsabilidade, haja personalidade!

Executar...
Dor no peito
Descontentamento
O plano não feito direito
Diante da retórica, inocentes.
As barreiras são numerosas
A prisão da prática, uma corrente
Que prende a gente a gentes
Impõe o dormente batente, latente patente que nem a gente está ciente que é descanso da mente que mente Inconsequentemente pra gente...
...a práxis é a realidade, é a louca verdade.

Cristian Steiner

Imagem: Salvador Dali - Don Quixote

"Fazer planos e tomar resoluções proporciona muitos sentimentos agradáveis; e aquele que tivesse a força de ser somente, durante toda sua vida, um forjador de planos seria um homem muito feliz: mas deverá, em algum momento, descansar dessa atividade, executando um plano - e então se verá envolvido pela raiva e pela desilusão."

Friedrich Wilhelm Nietzsche
No livro  Miscelânea de Opiniões e Sentenças
Titulo  Original: Vermischte Meinungen und Sprüche

Texto publicado inicialmente no blog Cotidiano