domingo, 18 de março de 2012

TRANÇA COM FLOR VERMELHO FERRARI,por João Maria Ludugero

Impossível não notar, 
a varzeaninha a correr 
por entre pirilampos, grilos... 
Emaranhada 
entre flores de maracujá, 
pés de goiabas encarnadas, juncos, 
mariposas, sapos a coaxar, 
flores de cactos 
e a noite que se refugia 
no breu de suas tranças
e na inquietude 
da Várzea das Acácias,
na magia que beira 
o açude do Calango, 
no desabrochar 
do desfile de acordes para sonhar 
advindos da beleza brejeira 
que sobressai do sorriso 
daquela moça faceira 
vestida de chita 
de flores miúdas, acesa,
a evolar suave perfume de alfazema,
contando com uma espetacular flor 
vermelho Ferrari 
frisada no cabelo.