sábado, 10 de março de 2012

O ESPLENDOR DAS PEQUENAS COISAS, por João Maria Ludugero

Se precisar,
Recomece...
Mexa-se 
Em renovadas 
Esperanças, 
Reverdeça!
E nunca se esqueça 
De que não importa 
O tamanho 
Que se tenha, 
Por menor 
Que sejamos,
Alguém 
Sempre nos vê: 
Deus!