quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

BONITO-MS E OS IPÊS AMAR-ELOS, por João Maria Ludugero.

BONITO-MS E OS IPÊS AMAR-ELOS, 
por João Maria Ludugero.

Manjar-te tem um quase que precede o tudo.
Também o sol avança em mim como em solo verde,
Mas sou escasso sem teus solavancos dourados,
Sem o amar-elo da tua tez, 
Sem o ouro da tua folhagem.
Sem os canteiros de ipês dourados
Que avanças num rápido olhar radiante.

E haveria sorriso mais bonito que o teu?
Advirão manhãs, virão outras brisas, 
Entretidas em ouros vislumbrantes,
E ouvir-se-á pela voz da tarde amena:

Há sorriso mais aureolado que o teu?