segunda-feira, 19 de setembro de 2011

As Palavras Acontecem - Reeditado

Por: Sil Villas-Boas

As palavras acontecem

Nas pequenas flores orvalhadas de saudades dos jardins.
Nos cantos mais inusitados de uma casa:
terraço, lareira, sótão, telhado e porão.

As palavras acontecem


No sorriso da criança sapeca
Nos olhos de sonhos do menino triste
Nas letras das mulheres-meninas poetas
Nas notas sem juízo de uma canção

Na copa das árvores frondosas
Nas luzes claras e vivas
do arco-íris e da estrela da madrugada.
Nos lençóis de algodão e nas colchas de retalhos liláses. 


A palavra voa nas asas dos anjos

guerreiros ou travessos.


As palavras acontecem
Na respiração ávida
De essências, sons
De chuvas
De vida


As  palavras acontecem
Nos Girassóis
 Num Girassol
Num girar-sol
No céu