quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Poesia Inconveniente

Por: Cristian Steiner

Então a poesia é uma variável interveniente!

Na morta rotina ela vem provar que vivemos.

Um repentino raio inconveniente logo a frente,

Desperta do sono da vida que não escolhemos.