segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Eu sei, eu acredito, eu confio, eu vou chegar lá.....
O “lá” que eu nem tenho certeza do que será ainda.....
Mas vou caminhando sem pressa, curtindo cada pedaço de chão, cada estrada, cada curva.....
Até mesmo os caminhos cheios de pedras que sei que ainda vou enfrentar
Mas tudo valerá à pena, pois..... 

E se me machucar
E se eu quebrar?
E se este mundo me jogar no precipício?
Os meus pés saem do chão.
Eu tenho que encontrar o meu lugar. Eu quero ouvir meu som
Não ligo para toda a dor que me aguarda.
Só estou tentando ser feliz. Eu só quero ser feliz
            * Leona Lewis – Happy*

Por enquanto, vou procurando cada sorriso meu, cada momento de felicidade.
Anseio sempre por ela.
Não vivo de rotinas, não me acomodo.
Comigo não existe o normal.
Cada alegria é intensa, assim como cada tristeza.
Mas agora procuro sorrir, mesmo nos momentos difíceis.
Ser feliz é meu lema, a cada segundo de minha vida.
Mas sei que no futuro existiram momentos de felicidade excepcionais.
E anseio por cada um deles. Mas, tudo ao seu tempo.
Não planejarei mais nada.
Porque o natural, o tranqüilo...
Vem do som do meu coração.
E ele vai me guiar, sem pressa.
    
Colaboração – Nayara Gonçalves


5 comentários:

Tatiana Kielberman disse...

Que coisa linda, Sil!

Perfeito texto para iniciar bem a semana!!

Caiu como uma luva em meus pensamentos e no meu coração!

Devemos buscar a felicidade sempre e incondicionalmente!

Um beijo!! Você é especial!

Silvana Villas-Boas disse...

Filha
Estou orgulhosa de você, colaborando com este incrível texto-poesia. Desejo com toda força do meu coração que você consiga em seu caminhar, encontrar a felicidade merecida.
Bjusss de sua mãe coruja
Silvana

Tatiana Kielberman disse...

Mais feliz e emocionada ainda por saber que o texto foi escrito por sua filha!

Parabéns, Nayara! O fruto não cai longe da árvore...

Beijo carinhoso!

Carmen Eugenio disse...

Querida Sil!!

Coisa linda de texto!!

Cada linha tem a ver comigo também!

O importante é acreditar, é não parar nunca!!

E, como eu digo sempre para minha filhinha de 4 anos: "Se cair, levante-se. Não precisa exagerar no choro, pois eu estou ao seu lado, sempre e todas as pessoas do mundo caem...Se machucar, pode acreditar que uma hora cura. Tudo passa!"

Mas a felicidade é interior. Somente nós a construímos a partir de como resolvemos enxergar a vida.

Eu lhe desejo momentos infinitos de felicidade. Ainda que isso signifique entender que amadurecemos nas adversidades!!

Beijos minha querida e continue sempre assim: positiva, sensível e otimista!

ROSANA VENTURA disse...

LINDOOOOOOOOOOOOOOO demais!!
Li e reli!
bjosssssss