domingo, 14 de novembro de 2010

Basta Ser Amor (Jorge Luiz Vargas)


Um amor realmente faz falta. 
Não precisa ser o grande amor, mas que seja sublime e o repartir das alegrias e forte o dividir as tristezas. Um amor que faça companhia e seja companheiro. Um amor que nem precisa estar junto todo dia, mas que seja sempre motivo de paz, harmonia e alegria. Não precisa ser o ideal, mas que seja real. Não precisa ser encantado, mas que seja capaz de encantar. Não precisa ser pra toda hora, mas que seja para àquela hora...
Que a presença se faz importante e assim se transforme pra vida inteira.
Um amor que não precisa ser uma obra de arte, mas que a quatro mãos possam juntos pintar sua própria tela com o pincel dos sonhos, das fantasias e as tintas do coração.
Todos querem um amor, ternura, cumplicidade, carinho, fidelidade, respeito e afeto... Assim... Simples e direto. 
Apenas um amor. Não importa o tamanho e a intensidade, basta que ele seja de verdade. Não importa a embalagem que o envolve. O amor tem que ter conteúdo, mesmo que às vezes lhe pareça até miúdo, mas nós é que fazemos crescer, como uma flor, que seu botão, cultivado com carinho, se transforma na mais bela das rosas, com doce perfume e intensa cor. É assim, quando queremos um amor. E também assim ele se transforma no maior amor do mundo.

Colaboração: Silvério Reis

Tenham todos um maravilhoso domingo

9 comentários:

Tatiana Kielberman disse...

Minha querida Sil,

Acredito que todos os nossos amores de momento sejam os maiores do mundo... Queremos fazer tudo com a pessoa amada - sonhamos, dormimos e acordamos pensando nela...

Isso é lindo e deve ser propagado, desde que não nos machuque ou faça sofrer! (quase impossível, mas a gente tenta, né?)

Um beijo grande no seu coração enorme!
Texto perfeito!

nayara goncalves disse...

O texto diss tdo!!!
O verdadeiro amor é o q se constrói,a cada dia, cada gesto,cada atitude...Ñ devemos nos deixar enganar por ilusões q são só faíscas q podem se apagar a qlqr momento, e nda tem haver com o amor d verdade, simples e sublime =)
Doreei mãe! Bjiim ♥

Raiane disse...

Ahh o amor...
Palavra complicada não? rsrsrs
Lindo texto!!
Amo a maneira como vc escreve!
Tudo aqui me encanta!
Beijos linda!

Max Psycho disse...

Eu não consigo mais acreditar nesta coisa chamada amor, acho que nasci para ser sozinho e sem amor e tenho dito

Suzana Martins disse...

Minha linda e querida Sil, seu blog está simplesmente outonal. E olha, que outonal para mim é uma maravilhoso, lindo demais!!

É delicioso vim aqui em seu jardim e ficar a sombra da árvore sentindo o aroma das flores, a brisa fresca e até mesmo a chuvinha fina caindo aqui em mim....

Lindo e lindo!!!

Beijos querida!!!

หคтнყ disse...

Olá Amei o texto...
As vezes queremos, pessoas do nosso lado, para as coisas mais simples que seja.

Estou ti seguindo ...
Ótimo o blog (gostei daqui^^)
estarei aqui constantemente rs

Bjuu

Max Psycho disse...

Sil curti os eu email mas mesmo assim não acho que um dia ainda devolvam meu coração, vai ver quem roubou o jogou fundo no oceano, bjus moça linda

หคтнყ disse...

Oii De novo..
Como eu gostei muito do seu blog...

Eu coloquei o seu link no meu blog
Ok?

Bjuu e Ótima Semana ...

Talles Azigon disse...

olá querida Silvana é mais que um prazer para mim vir aqui nesse teu terreno, nesse lugar tão teu,

com toda certeza, basta que seja amor, porque mesmo quando fere o amor é necessário, amor é combustível sempre.

grandes abraços

http://tallesazigon.blogspot.com/