quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Encontrar Você


Quero encontrar você
Em cada esquina
Em cada rua
Em cada espaço que viver

Quero te amar sem precisar me esconder
Amar-te e sentir tuas sutilezas
Tua maneira (in)certa de ser
Teus devaneios e incoerências

Bailar contigo, como se ninguém 
estivesse a nos olhar
Ouvir canções e escutar teus sons
Brincar em teus desejos

Sentir tua essência em cada beijo
Amar você é realçar 
minhas cores e tons

3 comentários:

Max Psycho disse...

nem quero tanta coisa assim, somente ter o prazer de ler seus poemas já me bastam, bjus moça

Silene Neves disse...

Oi Sil... Querida Amiga!

Que lindooooooooo!

Você escreve muito bem!

Linda noite de amor e poesia!

Deixo beijo
Com carinho
Sil
Sempre aqui

Tatiana Kielberman disse...

Que poema mais lindo, Sil!

O amor mexe mesmo com nossas letras, com nossos sentidos... com tudo o que há de mais íntimo em nós!

Bárbaro, amei!!!
Sua sensibilidade é encantadora!

Escreva mais e sempre!

Beijocas!