sexta-feira, 26 de novembro de 2010

SENTIMENTOS......

O  ENTARDECER DA VIDA


O sol se despedia do Império Tré.
O vassalo caminhava ao lado da anciã do moinho amarelo. 
O que mais lhe  agrada na vida, senhora?
A velhinha do moinho amarelo, olhando o ocaso, distraída, respondeu: o entardecer... 
Iam conversando sobre a vida. Surpreso, o vassalo perguntou: 
não prefere o amanhecer? 
Não há coisa mais bela que o nascimento do sol, atrás das verdes colinas de Tré. 
Eu  prefiro o amanhecer!  A anciã colocou no chão a cesta de espigas que levava em suas mãos enrugadas. 
Dirigindo-se ao vassalo, com voz doce e conciliadora, disse: 
O amanhecer é belo, sim. 
Mas o pôr-do-sol me agrada mais. 
São momentos que me fazem  refletir, pensar muito... 
São momentos que dizem coisas de mim mesma... 
- Coisas? De ti mesma? perguntou o vassalo.  
Não sabia o que a velhinha queria dizer com aquela  frase. 
Antes de fechar a porta do moinho amarelo, a anciã acrescentou: claro. 
A  vida é como um amanhecer, para um jovem  como tu. 
Para os anciãos, como eu, é um belo entardecer. 
O  que no início é  bonito, ao final chega  a ser plenamente belo. Por  isso prefiro o entardecer...
- Veja! O  sol se ocultou e uma cálida cor rosada se estendeu por todo  o Império de Tré. 
E o vassalo guardou silêncio, deslumbrado  ante tanta beleza. 
A anciã apontou sua mão para o horizonte. 
A vida é como um instante que passa e não volta. 
Começa como um fresco amanhecer, e como um  sereno entardecer nos  deixa.
Depende de nós que o sol de nossa vida, quando se despeça do céu chamado “história”, enfeite com lindas cores a sua despedida. 
Cores que sejam bonitas recordações que guardarão de nós as pessoas que viveram ao  nosso lado.

Colaboração: Silvério Reis

DESEJOS



Desejo que hoje experimentes paz dentro de ti. Que confies que te encontras exatamente onde deves estar. Que não te esqueças das possibilidades infinitas que nascem da confiança em ti mesma. Que utilizes nos dons que recebeste, e que transmitas aos outros o amor que te foi dado. Desejo que estejas feliz contigo mesma pelo que és. 
Deixa esta sabedoria assentar-se em teus ossos e deixa que tua alma cante, baile e ame livremente. Está ai para cada uma de nós." 

Jane Wolff
"Quando eu mudo, o mundo muda"



O AMOR

O amor é o murmúrio da terra quando as estrelas se apagam e os ventos da aurora vagam no nascimento do dia... 
O ridente abandono, a rútila alegria dos lábios, da fonte e da onda que arremete do mar...
O amor é a memória que o tempo não mata, a canção bem-amada feliz e absurda...
E a música inaudível...
O silêncio que treme e parece ocupar o coração que freme quando a melodia do canto de um pássaro parece ficar... 
O amor é Deus em plenitude a infinita medida das dádivas que vêm com o sol e com a chuva, seja na montanha seja na planura a chuva que corre e o tesouro armazenado no fim do arco-íris.

Vinicius de Morais





8 comentários:

หคтнყ disse...

Que lindo essa sessão de "posts",
É cada um incrementando o outro.
O texto [O entardecer da vida], vou guarda comigo ^^
Gostei tanto.

Bjãooo

ROSANA VENTURA disse...

Realmente, muito a sessão relax...faz carinho na alam!
Tenho selinho e desafios para voce la no Blog, se puder passe la!
bjossss

Tatiana Kielberman disse...

Hummm... estava com saudade de visitar esse blog que andou meio "sumidinho" esta semana!

Adoro demais tudo o que leio aqui e as contribuições do Silvério são sempre maravilhosas!

Beijos, querida Sil!

Suzana Martins disse...

Ah.... Vinícius.... Como amo!!!

Beijos, linda...

Excelente final de semana!!!

Max Psycho disse...

uaua logo uma avalanche de posts, bom demais gata, procura meu orkut pelo email euteamofdp@gmail.com

Talles Azigon disse...

ah Sil
que supremo belo
que lindoi
que maravilhospo
sem palavras
melho0r seletiva da semana

Franck disse...

Desejo que muitos amanheceres e entardeceres façam parte da nossa vida...
Bjs*

De Atos e Fatos A Anos Luz disse...

Amiga Silvana, parabéns as escolhas de textos não poderia se diferentes, pois uma pessoa linda como você o bom gosto impera.
Sinceramente não tem o que comenta, além de seu bom gosto, a leveza dos textos e a beleza de seu Blog.
Amei você presentear-me com o mesmo.
BeiJanes neste amável coração.
Jane Di Lello.