sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Simplesmente Tu!


Chegaste
Eu não te esperava

Contigo trouxeste a ternura, o desejo
E, mais tarde, o medo

Chegaste e eu não conhecia essa ternura
Esse desejo.

Em casa, no meu quarto
Eu vejo teus olhos na memória

Recordo do sorriso
E dos momentos de paz

O tempo passou...
Eu e tu sentimos esse tempo  passar

Mas

Quando nos encontrarmos de novo
Saberemos que não tínhamos nos separado. 

4 comentários:

Silmara Moreira disse...

Seu texto me lembra um trecho que Charles Chaplin citou:

"Conhecemos pessoas que vem e que ficam,
Outras que, vem e passam.
Existem aquelas que,
Vem, ficam e depois de algum tempo se vão.
Mas existem aquelas que vem e se vão com uma enorme vontade de ficar..."

Eu adorei, acho tão especial vc ser tão romântica!

bjinhos!♥

Tatiana Kielberman disse...

Chegaste!

E todo o resto é pó...

Lindo, lindo demais!!

Beijos, Rosinha querida!

Sil Villas-Boas disse...

Amei esta tua chegada aqui no Jardim. Simplesmente demais.
Bjussss, Rosita.
Sil

Max Psycho disse...

Sil, cade os seus textos???