sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Diz a poesia

Por: Rosamaria Roma


Diz a poesia
Que amar às vezes faz doer.

Eu diria que amar às vezes também faz sorrir.
Sem qualquer motivo aparente.

Amar é somar dias perfeitos.
Conversar sobre os imperfeitos.

Sorrir perante as adversidades.
E dar as mãos para o caminho ser mais fácil.



7 comentários:

RosaMaria disse...

Sil e amigos!

Enfim chegou a gostosa da semana, a dita sexta-feira!

Vamos aproveita-la e refletir sobre a vida e tudo o que fazemos com ela.

Um beijo, bom fds.

Marília Felix disse...

Manaaaaaaa!

Ah, o amor!
Lindo, calmo, DIFÍCIL!
O carrego em meu peito. Vc em seu nome...

E assim a gente segue
Com a vida cheia de AMOR!
Fazendo o nosso melhor
Sorrindo
Chorando
Amando

Como se hoje fosse nosso último dia!

Um beijo queridos!
Ótimo findi!
Deus cuide de vocês!

Sil Villas-Boas disse...

Rosita

Que bom que a sexta-feira chegou Sempre me alegro com este dia, pois ele traz você, seus versos, seu respirar poético. E este está super encantado.
Bom fim de semana.
Bjussss
Sil

João Ludugero disse...

Realmente amar traz temperança a tudo, ilimita horizontes e arco-iriza a vida com todas as suas cores.
Bom final de semana e muito amor em nossas vidas!
Mega abraço caloroso.
João Ludugero.

Universo Paralelo disse...

Amar dói e muito, mas tambem traz grandes motivos para viver, mais força para buscar a felicidade e encontrar, lindo poema, beijos

Max Psycho disse...

Amar é deixar de viver sua vida, para viver a vida de outrem e gostar disso

Tatiana Kielberman disse...

Que doce e singela definição de amor, Rosinha!

Pena que nem sempre a encontramos de primeira, né?

Mas acho que é bem esse o tipo de amor que eu quero!!!

Adoro você!

Beijo enorme!