quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Intensa - Cláudia Costa


Sangue quente nas veias,
Viro panela de pressão
Lava minha alma
Lava de vulcão
Transborda meu delírio
Vivo, fera, quente, sente

Transborda.

Gente que ferve, grita, ri, chora

Debate.

Combate.

Exorciza a falsa calma de não sentir.
Tráz mais:

Beleza

Riqueza

Sentido

Poder

Paixão!!

5 comentários:

Sil Villas-Boas disse...

As intensidades da Cláudia são infinitamente estimulantes.
Sempre uma ótima leitura poética.
Bjusss
Sil

Marília disse...

"Exorcizar a falsa calma de não sentir"..... só a sua intensidade pra traduzir tão bem a vida!!!

Deliciosa intensidade!!

Beijo enorme!!!

Luna Sanchez disse...

Me senti traduzida.

Belo!

Beijos.

Tatiana Kielberman disse...

Intensidade e paixão: duas palavras mais que presentes em sua vida... Duas palavras que definem você!

E, sendo quem é, não poderia ser diferente, mesmo!!

Não importa o quanto a realidade palpável possa parecer difícil: os sonhos e a nossa personalidade sempre nos levam além...

Beijos de quem te admira muito!

ROSANA VENTURA disse...

INTENSA SIM...SEMPRE!
LINDO!
BJOSSSSSSS