segunda-feira, 13 de maio de 2013

ACONCHEGO DOS CÉUS, por João Maria Ludugero




Aconchego de Mãe:
não importa o tamanho 
do tempo a me ninar a vida: 
no colo, se tem um terno berço;
no seio divino, que seja de manhã, 
de tarde ou à noite, 
derrama-se o mais bendito 
e integral travesseiro. 
Ave-Maria, 
tão cheia de graças, 
nossa magna Mãe 
banhada em dádivas!

Nenhum comentário: