terça-feira, 3 de junho de 2014

QUERIDAS MESTRAS, COM CARINHO! por João Maria Ludugero


 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
QUERIDAS MESTRAS, COM CARINHO!
por João Maria Ludugero

Mas só agora, quando a distância delas
se conta em anos de vida,
eu parei para pensar e as suas figuras
cresceram dentro e alto no coração.
Parece até que eu voltei a escutar suas vozes
e senti suas presenças em tudo que fiz,
em tudo que vivi.
É bem sabido que a função do professor vai muito além
de ensinar, o educador deve incentivar o aluno,
elevar sua autoestima, motivá-lo
sempre que cumpriu suas tarefas,
algumas poucas palavras bastam
para plantar uma semente
de esperança no coração de um aluno.
Um professor, melhor do que ninguém,
conhece a realidade de sua classe, de seus alunos,
alguns destes são brilhantes mesmo com as dificuldades
do dia-a-dia e com as limitações
que a sociedade ou a família impõe,
no entanto, cabe ao professor levar a esses alunos
a esperança através de incentivos de palavras e gestos.
O carinho não precisa ser físico,
as palavras têm a capacidade de acalentar a alma.
Eu me lembro das senhoras,
CARAS PROFESSORAS,
eu me lembro e muito.
As suas paciências, o amor multiplicado por quarenta,
na doação sem limites, sem restrições.
Mas a gente não via, não sentia essas malhas
de carinho que nos envolviam,
que nos tocavam e se transformavam em luz.
A gente recebia, mas não reconhecia
que elas plantavam uma semente
a despertar a sabedoria dentro de nós...
O que agora eu sinto
que germinou, cresceu,
virou botão e floresceu...
As senhoras foram mestras
das minhas ações de aprender,
das minhas determinações.
Foram suas vozes
que me levantaram nas horas difíceis,
que me deram novas forcas,
que mostraram que cada dia
é uma nova renovação.
Forte abraço e distinta consideração!

Nenhum comentário: