segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Então

Para ser feliz, não é preciso pretexto, motivo, intuito ou provocação.
Nascemos assim e pronto!
A residência do problema está no seguinte dia em que abandonamos a placenta aquática.
É preciso um pouco de sorte com os responsáveis escalados pela nossa sobrevivência.
Não raro tornamo-nos objetos abjetos fadados a subserviência e aí a felicidade não vai embora mas entra de "folga" e algumas esquecem de retornar ao trabalho.
É impossível ter alguma satisfação sendo "capacho", constrito ou encarcerado.
Pois: "Felicidade não se busca. Recupera!

Colaboração: Cãriùá - TaTaRaNa


7 comentários:

Suzana Martins disse...

"Felicidade não busca. Recupera"

Perfeito!^^

Beijos

หคтнყ disse...

É ...a felicidade não precisa ter um motivo especifico.
\o/

Bjuuu

Tatiana Kielberman disse...

Linda demais essa afirmação... "Felicidade não se busca. Recupera!"

Deveria ser o nosso lema diário!

Amo tudo o que leio por aqui!

Beijos, querida!!

Max Psycho disse...

Eu acho que a felicidade é momentânea, como diz aquela musica, tristeza não tem fim, felicidade sim

Carmen Eugenio disse...

Eu amei demais esse texto!!!

Beijos!!!

Silvana Villas-Boas disse...

Cariuã

Meu querido amigo, adorei este texto e tudo o que você expressa, seja no seu Blog , no Facebook e no Twitter. Obrigada pela sua colaboração de hoje aqui no meu Blog.
Bjusss da amiga Sil.

Solange disse...

felicidade é boa assim : gratuita....
sem motivos, explicações, entendimentos...

amei seus girassóis !!!

beijo enorme