quarta-feira, 27 de abril de 2011

Sete chaves

Por: @_thewell .




Tranquei minha vida em um quarto 
qualquer.
Em um tempo 
qualquer.
Ficaram retidas as lembranças
da vida.
Os sonhos de criança,
a namorada querida.
Os amigos, os brinquedos, a escola.
As corridas e o jogo de bola.
Coisa engraçada e coisa ousada.
A saia da menina.
A cintura fina.
O beijo primevo, a transa desastrada.

Ficou aprisionado o que eu seria,
se um dia crescesse.

Cresci!
Perdi todas as chaves desse quarto.
Eram sete.
E as perdi!

Mas a do outro quarto,
o da dúvida, dor e desilusão,
essa não perdi.

Era uma só.
E a tenho aqui comigo.
Acorrentada a meus pesadelos!


(The Well)

8 comentários:

Cláudia Costa disse...

Well, Well...

Sempre que perco minhas chaves, busco na lembrança uma forma de retomá-las...ou mudo a fechadura e arrumo chaves novas, as quais namoro um tempão até que fiquem invisíveis.

De alguma forma, ficam saudades das chaves antigas...perdidas, mas nunca esquecidas.

Estava saudosa de ler você.
Sempre profundo.

Bjks,

Tatiana Kielberman disse...

Lindo e dolorido, querido Well...

Mas, às vezes, é necessário deixar mesmo algumas chaves de lado para conhecer outras! Principalmente porque, de repente, aquelas chaves poderiam ser mais falsas que o "capeta"!

Por mais dor que cause, essa chave que você tem é verdadeira e pode mudar tudo!

AMEI!

Beijos, com carinho!

Paulo disse...

Tem coisas que so mesmo chaveadas a sete chaves...

Sil Villas-Boas disse...

Well, querido amigo.

De vez em quando uso minhas chaves secretas, para me lembrar de todas as boas recordações que a vida me deu de presente. E também utilizo estas mesmas chaves para abrir as janelas da alma e deixar que as más lembranças sejam soltas ao vento.
Teu poema é pra lá de tocante e maravilhoso. Encanta-me com você conduz o teu versejar e tuas letras enternecedoras.
Bjusss imensos.
Sil

Fernand's disse...

forte...

The Well disse...

Clauzinha, meu anjo, só vc pra reparar minha ausência. Xêro especial par tu!!

Taty, menina, ñ fale o nome do 'coisa ruim'! rs

Sil, diz a combinação do cofre! rs

Vlw, grande Paulo e Fernandinha!

> Tô na área. Derrubou é pênalti!!

Giovanna disse...

poema perfeito
adorei seu blog, já to seguindo
beijos
likehappydream.blogspot.com

vanessa cony disse...

Well,que lindo!Passeando te achei e gostei...
Beijo no coração.