sexta-feira, 20 de maio de 2011

Fazer Planos


Por: Cristian Steiner



Elaborar
Planos perfeitos.
Levantamento,
Descobrindo todo defeito
Todos eufóricos e contentes
Todos tem idéias maravilhosas
Soluções e táticas coerentes
Planos que defendem com unhas e dentes
E põem-se a frente da gente, impacientemente, e mente pra própria mente doente e conseqüentemente, Inconscientemente sente...
...o peso da responsabilidade, haja personalidade!

Executar...
Dor no peito
Descontentamento
O plano não feito direito
Diante da retórica, inocentes.
As barreiras são numerosas
A prisão da prática, uma corrente
Que prende a gente a gentes
Impõe o dormente batente, latente patente que nem a gente está ciente que é descanso da mente que mente Inconsequentemente pra gente...
...a práxis é a realidade, é a louca verdade.

Cristian Steiner

Imagem: Salvador Dali - Don Quixote

"Fazer planos e tomar resoluções proporciona muitos sentimentos agradáveis; e aquele que tivesse a força de ser somente, durante toda sua vida, um forjador de planos seria um homem muito feliz: mas deverá, em algum momento, descansar dessa atividade, executando um plano - e então se verá envolvido pela raiva e pela desilusão."

Friedrich Wilhelm Nietzsche
No livro  Miscelânea de Opiniões e Sentenças
Titulo  Original: Vermischte Meinungen und Sprüche

Texto publicado inicialmente no blog Cotidiano

9 comentários:

RosaMaria disse...

Oi Cris

Não gosto de planos.
Não combina nada nada comigo.

Prefiro viver cada dia sem planejar o amanhã.

E deixar a minha vida na pendência de um futuro incerto.

Beijos pra vc e pra Sil.

Cristian disse...

Obrigado Rosamaria.

Um dia um professor de Análise do Comportamento - citando Skinner - me disse: "O acaso é o maior inimigo a se temer". Então eu fiz um monte de planos pra não deixar essa minha vida ao acaso. Não consegui cumprir 01/10 desses planos e decidi abandonar essa idéia. No entanto, percebi que o tal do Skinner não estáva errado, pois, não deixar a vida ao acaso não quer dizer que se deva fazer planos, e sim tomar decisões e assumir a responsabilidade por elas. O que ele queria dizer era: Escolher os caminhos pesando os prós e os contras, vantagens e desvantagens.
Aí eu penso no amor. E digo que nele nada disso se aplica. Nem planos, nem caminhos. O amor é imprevisível.

Bjks

Sil Villas-Boas disse...

Bjusss aos vcs dois também queridos amigos Cris e Rosa. Cris, cada dia que passa você surpreende com teus poemas. Maravilhoso este aqui. E como a Rosa disse, também não gosto de fazer planos. "Espero a chuva cair".....
E depois vejo o que virá.
Sil

Fernanda disse...

Planos...eu os faço minimamente, só o suficiente para evitar o caos, rsrs. Não gosto muito, e nem consigo cumprir.

Acho o processo de elaboração gostoso, aquilo de antever os resultados positivos ( até que "põem-se a frente da gente").

Mas de vez em quando são inevitáveis e mais que necessários.

Excelente poema...descreve como ele só o desenrolar dos planos perfeitos que de vez em quando cismamos de bolar!

Cristian disse...

Oi Sil e Fernanda,
Obrigado por comentarem.

Eh.. gostar de fazer planos acho que todos gostam... quem não gosta de sonhar? Enquanto fazemos os planos, sonhamos com seus resultados e muitas vezes - e por isso que é gostoso - não pensamos nos sacrifícios do processo de execução. Fazer é legal, difícil e quase impossivel muitas vezes é realizar. Planos são sonhos. Sonhamos muito alto às vezes nos nossos planos.
Acho que se for pra sonhar, que sonhemos com tudo o que for possível.. éh... rs. E teremos o plano A, plano B, plano C, D, Etc..
E se nada der certo, ficamos com o plano Z ,... que é o resultado de toda essa briga com esses planos. Com certeza se conquistará algo pela observação dos caminhos que Escolhemos.

Bjks,
Cris

Paulo disse...

Sou adepto aos planos, ao traçar metas, claro que tem de ser metas atingíveis para não frustrar espectativas.
Faço-os a curto e longo prazo e os refaço quando passado o tempo e alguns não são atingidos.

Abraço

Cadinho RoCo disse...

No plano dos planos todos a necessidade do presente para que daí possam eles adentrar em realização na realidade dos acontecimentos.
Cadinho RoCo

Cristian disse...

Olá Paulo e Cadinho.
Obrigado por comentarem.

Você Paulo, pelo visto deve ser uma pessoa disciplinada. Isso é fundamental na hora de agir na busca dos resultados. É preciso ter muito "pé no chão" pra que a frustração não paralise o sujeito no decorrer do agir. Essa coisa de não fazer planos faz um sucesso danado devido os grandes bloqueios na hora da ação de uma boa parte das pessoas (pode ser que eu me enquadre por aqui rs).

"... A práxis é a realidade"

Abraços

Tatiana Kielberman disse...

Fazer planos é uma arte, Cristian querido!

Belo aprendizado por meio do seu texto...

Beijos, parabéns!