sexta-feira, 20 de maio de 2011

Meu Coração Azul Tinteiro em Poesia


Autor: João Maria Ludugero

A poesia é como um riacho,
Leito de verbos
Que o mel adoça,
Onde a alma do poeta se banha,
Sob os primeiros raios
Do amor derramado
Ao quebrar de toda manhãzinha.
Sei que amar/é/linha
De sol, amar-elo,
Um deitar manhoso,
Manso abrindo janelas à imensidão,
No remanso das palavras
Que se prestam ávidas
À soberana manha
Do sentir, arte e ofício.
Poesia é unir/verso,
É perfume visível
Que não desaparece
Quando entranha na pele. 
É devoção, poder, paixão tamanha.
Poesia é meada,
É fio de esperança que se alinha
No equilíbrio de um pote sagrado
Sustentado na cabeça
Sob a rodilha
Do  eterno cio
De um rio onde
Se fecundam sonhos,
Mesmo que salobros sonhos,
A duras penas fertilizados
Em versos testemunhos.

Poesia é magia e potestade,
Que singra horizontes por dentro
Da carne viva do coração
Que se esvai sem medo,
E fortalecido se dobra
Até à boca do céu
E desce encarnado,
E cobre de azul tinteiro
A nobre veia do poeta,
Querendo fazer
Um pacto de sangue
Multicolorido.

5 comentários:

Cristian disse...

Olá João,

A sensação que tenho com a idéia do poema é de uma mescla do homem e sua arte. O artista é a arte e a arte, o artista. É uma coisa só, num emaranhado de células multicoloridas.

Belo poema!
Abraços,
Cristian

Evanir disse...

Que a Paz e o Amor estejam sempre presente em sua vida Sinta o que você diz...
Com carinho! Diz o que você pensa...
Com esperança! Pense no que você faz...
com fé! Faça o que você deve fazer...
Com muito AMOR..."
Sabe..
Eu ganho força,coragem e confiança
E me sinto ..
Feliz Através de cada mensagem que VOCÊ me envia.
Continue me abençoando com seu carinho..
OBRIGADA DE CORAÇÃO..
Um feliz final de semana
beijos no coração,Evanir..

Estou esperando você no meu blog com muito carinho.
www.aviagem1.blogspot.com

Sil Villas-Boas disse...

Um dos poucos poemas Iluminados que tive oportunidade de apreciar na vida.
Tá maravilhoso, João. Congratulações.
Bjusss coloridos e poéticos.
Sil

Tatiana Kielberman disse...

Sempre belos, fortes e potentes o seu poema, João querido!

Parabéns!!

Beijos!

paulo disse...

Isto é poesia.
Metáforas diretas e indiretas, abstratas e concretas que misturam cores e amores e dores e...