sábado, 2 de julho de 2011

Irreflexões

Por: Cristian Steiner
As atitudes irrefletidas do coração
me mostraram a falta de sentido na razão
Algumas razões nas atitudes me fizeram vilão
O que fiz por espírito arrependo-me nada não

Os riscos que corri me mostraram o que é viver
Os sofrimentos e lutas me tornaram mais forte
Os desafios me forçaram a ter coragem e crer
que viver a vida é melhor que viver a morte

Na ousadia me fiz vencedor
No reconhecimento de minhas fraquezas
...me fiz lúcido
Nos desabafos me afirmei.


Cristian Steiner
-----

"Sábado:
Não adianta desperdiçar sofrimento
Por quem não merece
É como escrever poemas no papel higiênico
E limpar o cu
Com os sentimentos mais nobres."
(Cazuza)

3 comentários:

Cláudia Costa disse...

Cris...

Cada linha sua que leio me lembra...

Suas letras conversam profundamente comigo. Amo!

Bjk

Sil Villas-Boas disse...

Cris

Tuas letras sempre são instigantes e precisas. Amo-as.
Bjussss
Sil

Tatiana Kielberman disse...

Cris, querido...

As irreflexões sempre refletem algo, por menos que queiramos isso!

É inevitável!

Adorei!!

Beijos!