terça-feira, 12 de julho de 2011

Tudo bem

Por: Marília Félix


E eu já não tenho dedos para contar...
O tanto de quedas que caí
Todos os bosques que me perdi
E às vezes que pensei em desistir!

Foram tantos quadros-negros que surgiram...
Na maioria das vezes, todos sem motivos!
As desilusões já são de praxe
Mas tudo bem, na vida quase sempre falta uma metade.

Hoje tento fechar os olhos
E não lembrar certas coisas que sobrevêm
Mas percebo a necessidade de olhar além.

Deparar com sentimentos que você não quer sentir
Ou talvez um delírio qualquer
Tanto faz...
Seu coração sempre vai querer mais!

6 comentários:

Sil Villas-Boas disse...

O bom do Amar é se ter a capacidade de superar sempre os obstáculos e retomar os nossos caminhos rumo ao Ser Feliz. Isto é a Vida.
Teu poem está muito belo e cativante.
Te adoro Marília.
Bjusss
Sil

Mila Lopes disse...

As quedas servem de escadas para vencermos novos obstáculos...
Boa sorte!
Bjssss

Tatiana Kielberman disse...

Lindo texto, Má querida!!

Lembrei de já tê-lo lido lá no seu blog... Sempre marcante e intensa!

Beijo carinhoso!

RosaMaria disse...

É preciso um pensamento para obter uma palavra.

E são precisas algumas palavras para se obter uma ação.

E é preciso de paz pra se orientar.

Sábias palavras mana.
Beijos

RosaMaria disse...

Beijos pra vc Sil!
Saudades

Pastelaria disse...

Oá Marília

antes de mais , parabéns pelo blogue, está fantástico ! :)

Gostaríamos muito que desse uma vista de olhos no projecto DVB, de saber a sua opinião, e qual o interesse em desenvolver o seu trabalho neste novo formato.

\"Transformamos\" os seus trabalhos (já editados em livro, ou não), num DVB- Digital Video Book, uma ideia original da Pastelaria Studios Productions

O projecto é recente, é uma inovação, tal como explicamos no nosso blogue:

http://pastelariaestudios.blogspot.com/


É exactamente isso, os seus poemas seriam \" trabalhados \" em DVB . Um livro que se vê como um filme!


Não se trata do mesmo funcionamento duma editora , pois não somos uma editora e prestamos essencialmente um serviço criativo.

A minha sugestão seria, enviar-nos os seus \"registos\", e nós faremos um orçamento.

Posso adiantar que, por ser um projecto novo e, embora o trabalho criativo (audio, voz, imagem, construção do DVB, etc) seja bastante , os custos não são elevados pois queremos chegar ao maior número de autores de obras escritas mesmo que essas ainda estejam na "gaveta" .

a sua opinião é muito importante para nós, só assim conseguiremos crescer e melhorar , sempre ! :)



Fico a aguardar uma resposta e, qualquer dúvida… contacte-nos .

Um grande abraço desde aqui

Teresa Maria Queiroz