quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

CORUJICE, por João Maria Ludugero


CORUJICE, 
por João Maria Ludugero

Minha cara coruja
que cedo fascina
ao ensinar a mais pura verdade:
Sábio é aquele 
que enxerga a beleza nua e crua,
que enfrenta a lida,
que se aceita linda criatura
tudo a seu turno, 
sem carecer de encarar a cara do sol,
posto que a noite fica bem na sua
a contemplar as estrelas.
Quem nunca bancou de corujice
cara a cara com a lua,
destemido a agasalhar 
sob as asas suas crias,
dando aconchego e amparo
de mãe ou pai corujas?
E ai de quem pensasse o contrário,
haja vista que a beleza que se aflora 
é mesmo bastante relativa, 
é algo assim de nascença 
de dentro pra fora,
e vice-versa,
a completar a alma
que em nós habita.

Um comentário:

★MaRiBeL★ disse...

…………(¯`O´¯)
…………*./ | \ .*
…………..*♫*.
………, • '*♥* ' • ,
……. '*• ♫♫♫•*'
….. ' *, • '♫ ' • ,* '
….' * • ♫*♥*♫• * '
… * , • - Feliz -' • , * '
.* ' •♫♫*♥*♫♫ • ' * '
…' ' • -.Navidad -. • ' ' '
' ' • ♫♫♫*♥*♫♫♫• * ' '
…………..x♥x
…………….♥.........★MaRiBeL★