sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

MÃO DE DEUS, por João Maria Ludugero

MÃO DE DEUS,
por João Maria Ludugero.

Nas mãos de Deus, 
Bem na sua mão direita,
Repousa com ânimo meu coração.
Do palácio encantado da emoção
Elevo-me passo e passo a escada alta.
Com flores multicores, com que se enfeita
A iridescência luminosa, alcanço o céu,
Depois do Ideal e da Paixão
A forma compensatória e perfeita.
Como criança levada da breca, em astuta jornada,
Que a mãe leva ao colo agasalhada
E atravessa, sorrindo vastamente
Pela Várzea, rios, riachos, mares, praias…
Alcance de sonhos, coração liberto,
Acordo na mão de Deus sobrevivente!

Nenhum comentário: