quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

CARO AMIGO DEYVISON MARINHO, por João Maria Ludugero

CARO AMIGO DEYVISON MARINHO,
por João Maria Ludugero.

Estarei contigo, Amigo,
Quando tiveres a sombra do medo
A encobrir o brilho da tua imensa coragem.
Mesmo distante, estarei por perto
Nas tuas horas de angústia e solidão,
Encorajando-te a continuar a luta.
De certo, estarei mais próximo, destemido,
Caso alguma treva obscura chegue
A te impedir de caminhar na luz.
Estarei contigo, enfim, Amigo,
Quando não te restar mais nada,
Nem mesmo uma gota de esperança renovada,
Para brotar em manancial de Fé na vida.
E, assim, quando, então, de repente,
Palavras não forem suficientes
Para estancar alguma tristeza,
Estarei contigo, dia-após-dia,
Para te oferecer o meu abraço,
Humilde, distinto com arrimo
E, sobretudo, em realce no RGN no Ar,
A fazer da vida o mais bonito acontecimento.

Nenhum comentário: