segunda-feira, 27 de outubro de 2014

DE REPENTE, O INOCENTE PENICO... por João Maria Ludugero

 
 
 
 
DE REPENTE, O INOCENTE PENICO...

por João Maria Ludugero



Estamos no horário de verão,
Muitos de penico na mão, como que a arrotar obras políticas!
E lá já se vem Papai Noel com sua bolsa de presente de Natal.
E, no Ano Novo, vislumbra-se, de sorte, que em fevereiro tem
Mais fantoches do carnaval aos moldes dos bobos da Corte...
Então, que luto que nada, vamos voltar para a realidade da vida,
Sem fazer da coisa pública o que a gente só faz na privada!

Nenhum comentário: