terça-feira, 6 de janeiro de 2015

CALEIDOSCÓPIO VARZEANO, por João Maria Ludugero

  
 
 
 
 
 
CALEIDOSCÓPIO VARZEANO,

por João Maria Ludugero

Assim atento em meu olhar astuto,
alheando-me a correr dentro e alto
e num ávido espreitar pela varzeanidade
foco o crescente lume do Vapor
ao lusco-fusco da tarde amena
sob o laranja em flores de mulungu,
num precoce caleidoscópio de luzes,
gotas e reflexos advindos
da seara de São Pedro Apóstolo.
Depois, concentro-me
no epitáfio desse dia
sob a margem do açude do Calango,
onde, de repente, vislumbro as inadiáveis
tardes da saudade que me invade o peito
e marejo os olhos d'água em dores ao arrebol
disposto nas vertentes lembranças da Várzea das Acácias...

Nenhum comentário: