terça-feira, 13 de janeiro de 2015

VÁRZEA-RN EM DESTEMIDO TÔ-FRACO, por João Maria Ludugero




 


VÁRZEA-RN EM DESTEMIDO TÔ-FRACO,
por João Maria Ludugero

Então, sem medo da cuca esbaforida,
Quem quiser vencer na peleja da vida
Só deve tal fazer como os seus sábios
Dispostos num canteiro de jasmim-manga:
Não só de manjar na astuta lida advinda,
Mesmo com a alma partida, bem-apanhado,
Mesmo afoito feito galinha d'Angola ou guiné
Tecer destemido tô-fraco de quebrar o pote da fantasia
Abrindo o bico num sorriso mais que perfeito nos lábios-carmim...

Nenhum comentário: