quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

VÁRZEA-RN: UMA VERTENTE DE SAUDADES! por João Maria Ludugero

 
 
 
 
 
 
 
 
 
VÁRZEA-RN: UMA VERTENTE DE SAUDADES!
por João Maria Ludugero

E assim inteiro menino medonho a varzeamar
Quantas vezes com afinco ao Vapor de Zuquinha,
Em raízes de mim reflorescidas na vertente labuta
Num consentimento chamado amor autêntico...

Ele brota a correr dentro e alto,
E da vida é o alimento interior!
Às vezes se perde por ser astuto
Ou se eleva e cai maduro bendito-fruto
Do amor favorito que se planta na agreste terra,
Esse em que me refaço florescer jasmim-manga,
Um dia se despede, mas afoito a lida não encerra,
Nem mesmo quando eu vir esmorecido na luta perecer,
Sem fazer uso de cabotinos artifícios ou manhas advindas
Da sensata jornada da seara varzeana da terna e inesquecível
Madrinha Joaninha Mulato, mãe de Geraldo 'Bita' Anacleto de Souza!


Nenhum comentário: