sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Abstrato - Por Rosamaria Roma


‘O amor tem que ser espertinho...
Algo assim entre a malícia do desejo
E a inocência de um carinho’


Existe algo mais abstrato que o sentimento?
Ele não tem forma
Não tem cor
Mas é o que faz parar o coração.

A gente busca incessantemente
Essa sensação de enfartar de emoção
De senti-lo pulsando e estourando nossas veias.

Que outra coisa nos leva a isso?
O que mais justifica todos os poemas
Todas as músicas
Toda a angústia e inspiração do mundo?
Só ele, o dito, o maldito Amor.




8 comentários:

RosaMaria disse...

Sil, Amigos!

Eu acreditava piedosamente, que entendia tudo sobre o dito, o maldito Amor.

Mas fatos recentes, me mostraram, ou melhor, me ensinaram que o Amor não foi feito para se entender e sim para se sentir.

E hoje, eu sinto. Sinto muito.

Bom final de semana.
Beijos meus.

Luna Sanchez disse...

Se mesmo com um amor espertinho a gente não consegue captar toda a essência das coisas que vêm junto com ele, imagina com um mais bobinho...

=\

Eu já desisti de tentar entender.

Beijos.

SOYPKS disse...

Los Amigos no necesitan estar siempre juntos;
Lo importante es saber que siempre te recuerdan,
Te quieren y desean lo mejor del mundo para Ti!
Recibe un abrazo de Tu amiga de Venezuela.
(¯`v´¯)
`•.¸.•´
¸.•´¸.•´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•´ .•´¸¸.•´¯`•-> ♥Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ SOYPKS Ƹ̵̡Ӝ̵̨̄Ʒ♥

Sil Villas-Boas disse...

Mesmo bonitinho, complicado, doído ou quaisquer outro adjetivo, o amor sempre é o sentimento que nunca vai largar da gente. Ou vice-versa.
Saudades imensas de você, Rosita.
Qualquer dia aparece no msn pra trocarmos idéias e risadas.
Bjusss e bom fim de semana.
Deus te ilumine sempre.
Sil

Tatiana Kielberman disse...

Dito ou maldito, a gente sempre acaba precisando do amor, né querida?

AMEI!

Um beijo especial!!

Fernanda disse...

Dito, maldito e bendito...tudo ao mesmo tempo! E haja coração!

João Ludugero disse...

Amor é tudo isso... E muito mais por vir a acontecer! Amor nos deixa tronchos, tortos e direitos,mas vale a pena do jeito que for...com sentido ou pra passar uma estação, ainda vale muito arriscar e bendizer o AMOR... Que renasce em nós a todo instante, mesmo depois de tantas vezes apunhalado,morto e sepultado, ele volta novinho em folha... E deixa a vida não passar em branco. O Amor, ah esse danado é bom de qualquer sorte. Consinta-se a vivê-lo! É necessário para elastecer o coração. Curta o Amor, sem cobranças, não tem preço! Fui!
Beijos.

Cláudia Costa disse...

Amor é bom e é bandido. É tudo menos fácil.

Amor dá trabalho triplicado, redobrado, gigantesco.

Amor é lindo, mas é brabo e nós, masoquistas amorosos, que sigamos no encalço.

Bjks meninas.