quarta-feira, 21 de setembro de 2011

SamPaixão


Por: Cláudia Costa


Parecia apenas uma cidade
Com suas imensas concretudes
Sua correria intensa
Suas gentes distribuídas

Parecia uma mistura
De imagens, de culturas,
Abordagens.

Mas Sampa trazia consigo
Uma imensa solidão
Concreta no cinza

Surpresas escondidas
Em suas esquinas
Parques, verdes, vias

Amores!

Sampa, volta e meia
Me surpreendia
Com seus imensos desafetos
Com uma certa crueldade
Com uma maldade disfarçada

Nostalgia, melancolia

E um oceano de alegrias reveladas!
Longe ou perto
Sampa sempre me traz saudades
Me arrebata o coração
Me invade com sua vivacidade

São Paulo sempre me convida
A uma nova Paixão!

5 comentários:

Sil Villas-Boas disse...

Cláudia

São Paulo sempre será uma cidade pra nos fascinar infinitamente. Linda homenagem você fez.
Bjussss
Sil

Menina no Sotão disse...

São Paulo é essa cidade que me faz ir lá pra fora e pronto. Bravo.

bacio

Luna Sanchez disse...

Bonita construção. Gostei.

Beijos.

Tatiana Kielberman disse...

Que bom que Sampa pode ser bem mais que tudo isso pra gente neste momento, proporcionando encontros de amizade, carinho e afeto puro!

Impagável pra mim!!

"Alguma coisa acontece no meu coração..." e quando há visitas queridas por perto, a alma se enche de alegria por habitar esta cidade tão única...

Beijos, amada!

Kiro Menezes disse...

Quanta paixão, Claudia! Lindo isso... Faz desejar estar ali, entre o concreto nostalgico.

Um beijo, querida...