quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

COMADRE ONEIDE MAURÍCIO, PRA SEMPRE! por João Maria Ludugero

ONEIDE MAURÍCIO DE QUEIROZ
COMADRE ONEIDE MAURÍCIO, PRA SEMPRE!
por João Maria Ludugero

Hoje e sempre me recordo da querida e estimada Amiga
Oneide Maurício de Queiroz, Prefeita, comadre e madrinha 
de uma intensa porção de varzeanos...
Ela foi morar no andar de cima e deixou tanta saudade...

Mas sua lembrança ainda aquece e acalenta a alma da gente.
E nunca serás esquecida numa última despedida,
pois serás sempre relembrada com afinco no coração.
A última hora não existe, comadre Oneide, nada é último... 
Último acaba..., encerra..., aniquila. 
Mas penúltimo nunca esgota, sempre é possível criar... 
Criar por sobre...Tudo em aberto, comadre Oneide Maurício, 
serás pra sempre inesquecível, apesar de fazeres o nosso coração partido...

A Várzea é amalgamada pela seca,  pelo estio e por seus mitos,
mas tua presença será sempre infinda, dentro e alto guarnecida,
a seara de São Pedro não se faz em campo cego ao recordar 
tua terna passagem, quando eras empenhada na lida destemida
celebravas Deus pela intercessão de São Pedro Apóstolo. 
Desbragadamente também falo do teu amor pela Várzea,
quando sustentavas a digna força da mulher varzeana, 
e ainda assino embaixo e ora passo a ilustrar a estação agreste
do meu poema com a bela fotografia da Comadre Oneide Maurício.
Pois nunca esquecerei de ser grato aquelas pessoas 
que também nos deram felicidade, pois foram jardineiros 
através dos quais nossas almas continuam florescendo!!!

Um comentário:

Socorro Ângelo disse...

Fiquei procurando as palavras que as lágrimas suprimiram...
Mas por um breve instante revivi muita coisa...
E aquela dor doída, num canto do coração adormecida, fez brotar em mim a louca vontade de poder mais uma vez. Apenas obrigada!!!