quinta-feira, 20 de março de 2014

DUNAS, por João Maria Ludugero


DUNAS,
por João Maria Ludugero

Não só de manjar
O tempo a correr dentro
O sol amar-elo
Vento a esbugalhar
Areia fina em dunas
Tempestade de areia
Oásis-meio sem desertar
Da minha vida
Ávida natureza
Que o tempo
Desfaz com a ventania,
Mudança de paisagem
A correr dentro da lida,
Dia-após-dia!

Nenhum comentário: