sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

CANTEIRO DE NÉCTARES, por João Maria Ludugero




 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
 
 
  
 
 
  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
  
 
 
 
 
 
 
 
CANTEIRO DE NÉCTARES,
por João Maria Ludugero.

Bebo afoito
O gostoso licor 
Além do céu 
Da tua boca.
Bebo a gosto
o licor delicioso
Do teu umbigo...

Não só de manjar,
Mas que fantasia! 
Passamos horas 
Em loucas estripulias
Em delírios do prazer
De estar contigo,
Avante consigo ir
Além do horizonte...

Trilhas em néctares
Das mais diversas frutas
De cajus, cajás, mangas
Em nossos corpos astutos
Alimentos saudáveis
Degustados
Pouco a pouco
Sinto avidez
Na tua sede 
E me alucino,
Enquanto me ninas,
Ao bel-prazer com afinco...

Somos cálice
De pitangas
De graviolas
De umbus
De jabuticabas
De gravatás
De tamarindos,
Afoitas iguarias 
Somos loucos
Bêbados
Animados
De paixão 
E cachaças
E garapas
E tesão na lida
Em caldos melados
De cana-caiana
Enquanto tu chupas pitombas
E eu te devoro aos cajás-mangas
Etc etc etc...

Nenhum comentário: